O fantástico mundo cubista de Pablo Picasso

picasso

Eu tenho um filho de um ano e nove meses que, apesar da pouca idade, admira as artes e a cultura assim como eu.

Desde que tinha um ano de idade ele me acompanha a todas as exposições, livrarias, apresentações musicais e eventos culturais que sua idade lhe permite. As exposições de arte já fazem parte de nosso programa favorito – só perde para as idas à pracinha, claro.

Ele sempre se comporta em todos os lugares e demonstra que está apreciando – dentro do limite de seu entendimento – cada obra que visualizamos. Continuar lendo

Anúncios

A vida em preto e branco

 

Imagine o cenário: um teatro lotado, pessoas ansiosas para assistir a um filme mudo e em preto e branco. Já pensou entrar na máquina do tempo e voltar para a década de 20, para vivenciar essa cena? O Teatro Municipal do Rio de Janeiro proporcionou essa incrível experiência. Por uma noite, me senti de volta a um tempo que eu não conheci. Nessa época, meus avós estavam nascendo. Meu avô materno, que hoje está com 93 anos, era apenas um bebê.

Na década de 20, um dos maiores astros era Charles Chaplin, conhecido como Carlitos. O ator também era roteirista e diretor dos seus filmes, por isso foi considerado uma grande influência na época. A característica mais marcante de Chaplin era sua visão crítica da época, principalmente em relação à classe operária, economia e política, questões que gostava de retratar em suas histórias.

Continuar lendo

Para onde o vento nos levará?

gedc2276.jpg

Dizem que para uma pessoa se sentir completamente realizada na vida, ela precisa plantar uma árvore, escrever um livro ou ter um filho. A barrinha da felicidade fica completa se conseguir realizar todos os três objetivos até o fim da vida. Dizem? Será que ainda dizem isso? Há trinta anos atrás essa máxima podia até ser verdadeira, mas hoje, a Geração Z ou a Geração Eu, Eu, Eu (The Me Me Me Genaration, segundo a classificação da Time Magazine) está buscando novos caminhos e uma forma diferente de ver e viver a vida.

Deixar uma marca para a posteridade não é mais interessante como antigamente. O lema agora é aproveitar ao máximo o presente, explorando tudo o que a vida – e o dinheiro – podem oferecer. Será que pensam no futuro? O que farão quando ele chegar? Olho para o meu filho de três meses e vejo-o se desenvolvendo tão rápido… “Sinal dos novos tempos, presságio, influência das novas tecnologias ou são as músicas clássicas que ele ouve desde antes de nascer”, dirão os avós. “Nada disso”, respondo. “Mozart não levará o crédito”. Como será a vida dele no futuro? O que estou plantando para que ele possa colher?

Continuar lendo

O dia ensolarado lá fora e o mundo do “Faz-de-Conta” aqui dentro

banco-parque

 

Dia ensolarado. Céu azul. Algumas nuvens brancas pintando as bordas do quadro perfeito. Sento no sofá sentindo a gostosa brisa que entrava pela janela do apartamento. De repente ela chega, pulando de alegria e cantando, explicando que hoje é um dia fantástico, estupendo, maravilhoso e que ela está muito feliz. Ao perguntar o motivo de tanta alegria, ela responde:

– Você não sabe? Não acredito!

– Hoje é o dia do seu aniversário e eu esqueci? – respondo.

– Não, não. O dia do meu aniversário não é um dia tão alegre assim. Hoje é o dia do aniversário dela! A mais perfeita criatura deste mundo! – continuou.

– Nossa, juro que pensei que o aniversário de sua mãe fosse somente no final do ano. Minha memória já não é a mesma… – estava confusa.

– Nãaaao… Hoje não é aniversário da minha mãe. – ela respondeu, quase nervosa.

– Ué, quem pode ser mais especial para você do que sua mãe? – me indignei.

– Caramba, você está por fora. Hoje é aniversário da super mega diva Fran Strofagon. A melhor cantora e dançarina que eu já vi em todos os meus doze anos de vida!

– Nossa, ela é tão boa assim? – insisti. Continuar lendo

A próxima Maravilha do Mundo

Image

O que você faria se encontrasse o Gênio da Lâmpada Mágica? Quais seriam seus desejos? Se você encontrasse o Gênio do Anel, o que pediria? Cuidado, desejos se tornam realidade, pense bem antes de decidir!

Quem nunca sonhou em realizar todos os seus sonhos e viver um verdadeiro Conto de Fadas na Terra, como na história do Aladdin, que faz parte da coletânea de histórias árabes mirabolantes reunidas nos livros As Mil e Uma Noites? Continuar lendo

Poema Desejo, de Victor Hugo

Desejo

Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer.
E que esquecendo, não guarde mágoa.
Desejo, pois, que não seja assim,
Mas se for, saiba ser sem desesperar.

Desejo também que tenha amigos,
Que mesmo maus e inconseqüentes,
Sejam corajosos e fiéis,
E que pelo menos num deles
Você possa confiar sem duvidar.
E porque a vida é assim,
Desejo ainda que você tenha inimigos.
Nem muitos, nem poucos,
Mas na medida exata para que, algumas vezes,
Você se interpele a respeito
De suas próprias certezas.
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
Para que você não se sinta demasiado seguro. Continuar lendo

Troca por um Quadro

pedro-melo

A TV, a Internet e todas as tecnologias atuais nos proporcionam uma enxurrada de novas ideias e novos artistas todos os dias. Essa superexposição cotidiana das pessoas e seus supostos “dons” causaram uma banalização dos artistas e da criatividade. O que vemos na verdade são pessoas escandalosas, que querem chamar a atenção a qualquer custo para conquistar a “fama”, mesmo que esta seja temporária.

Justamente por isso, está cada vez mais difícil reconhecer os verdadeiros talentos, as ideias originais e os artistas completos, que possuem dons natos. Mesmo assim, alguma característica acaba sobressaindo e o verdadeiro artista consegue se sobrepor aos outros e enraizar seus projetos e suas técnicas. O artista completo, na minha opinião, é aquele  que possui seu próprio estilo, que, apesar de ter influências diversas, possui uma vertente própria, original e autêntica. Ele não copia, não reescreve, nem adapta. Ele cria.

Um projeto contemporâneo que me chamou a atenção foi o Troca por um Quadro. O artista plástico brasileiro Pedro Melo, criou uma proposta diferente: percorrer diversos países e trocar a arte feita por qualquer tipo de experiência, seja comida, bebida, hospedagem, passeio, viagem ou outros aprendizados. Continuar lendo