Brasilidades de um artista plástico que reinventa a si mesmo

20170327_171620

O artista plástico brasileiro contemporâneo Abraham Palatnik deu uma entrevista certa vez sobre seu estilo de criação e sobre a reinvenção da pintura, como sendo uma arte de reinventar-se a si mesmo.

Seu apartamento, carinhosamente apelidado por ele de “apartalier”, é o local onde ele cria e monta suas obras, que ocupam praticamente a casa toda. Todo o apartamento onde mora é um imenso atelier, com porcas, parafusos, ferramentas e instrumentos criativos e originais, inventados por ele para facilitar o processo criativo e a montagem dos trabalhos.

Em seu atelier livre de pintura e escultura, ele se inspira em estímulos externos como paisagens e a natureza morta para construir aparelhos cinecromáticos e objetos cinéticos. Continuar lendo

Retratos da figura humana

auguste-renoir

Observar um quadro é como olhar através de uma janela. Do outro lado não está apenas a visão do artista para compor a obra, nem as pinceladas coloridas utilizadas na pintura. Dentro de uma tela existem sentimentos, comportamentos e personalidade. Existe uma história real, um cenário, uma época, uma trajetória, um poema.

Você já notou que os nomes das pinturas sempre são simples e diretos, expressando exatamente o que o pintor retratou? MULHER CARREGANDO JARRO. MENINA BRINCANDO DE BONECA. AUTORETRATO DE UM CONDE. MULHER TOMANDO BANHO. BANHISTA ENXUGANDO A PERNA DIREITA.

O que parece apenas cena do cotidiano reflete um período histórico, a visão crítica do pintor e até suas reflexões sobre os costumes e a sociedade da época em que viveu. Continuar lendo